edsm

eco-design e seleção de materiais
Google

quarta-feira, junho 30, 2004

 

aproveite e conheça também as mochilinhas BoblBe-e, agora a venda no Brasil

http://www.obvio.ind.br/Peoples-Delite-Exec.jpg
fonte, maiores informações e encomendas: http://www.obvio.ind.br/Boblbe-e.htm
http://www.boblbee.com/
http://www.boblbee.com/jsp/public/general/homepage.jsp

 

conheça o light brix: interactive light cell

http://hehe.org.free.fr/lightbrix/images/collage_01.jpg
http://hehe.org.free.fr/lightbrix/index.html

 

conheça um novo carrinho brasileiro e a história do seu design

http://www.obvio.ind.br/obvio5%20(Small).jpg
http://www.obvio.ind.br/products.htm

 

para quem se preocupa com metodologia de projeto

“Adams Óbvio”
ou uma famosa história de como obter
sucesso usando simplesmente bom senso.
http://www.obvio.ind.br/Adams%20Obvio.htm

sábado, junho 19, 2004

 

guia do marceneiro on-line

Tem de tudo. Desde como instalar Marcos e portas; Dobradiças; Fechaduras; Lambris. Até artigos sobre Anatomia da madeira e Propriedades Organolépticas
http://www.guiadomarceneiro.com/index1.htm



quinta-feira, junho 17, 2004

 

histórias

O post abaixo segue uma história que contei nos comentários de um outro blog (http://architecture.blogger.com.br/). Era uma história lá, sobre como os pedreiros "fingem" que não entendem os desenhos e especificações nos projetos que caem nas mãos deles na hora da obra. Acho bom colocar alguns dos comentários iniciais aqui, justamente para poder pegar o fio daquela outra história, até chegar neste post aqui propriamente, porque aqui já é uma outra história.

Alguns dos comentários anteriores:

1) Isso nao eh tao simples... Tem varios desenhos de janela que eu ponho hachura, mas ninguem entende. Alias pedreiros na obra nao entendem nada. Num projeto tava escrito com todas as letras VIDRO TEMPERADO 10mm o vidraceiro perguntou É LAMINADO PELE DE VIDRO OU GLAZING? E na outra tinha um desenho escala 1:25 sem cota ele me chamou pra perguntar quanto media e eu falei "Ce tem um escalimetro" e ele respondeu: " AHHAHAHAHAHAHaHAHAHH" (referência bibliográfica de comentário: Rafael | Email | 17-06-2004 01:52:23; Comentários do post 28067284 In http://architecture.blogger.com.br/)

2) Coisas de obra que me irritam: - O corte serve unica, e exclusivamente, para ver a altura do pé direito. - Rola uma preguiça superdimensionada em procurar por detalhes e especificações na planta. (referência bibliográfica de comentário: VissottoJr | 17-06-2004 07:56:45; Comentários do post 28067284 In http://architecture.blogger.com.br/)

3) É a lógica do pedreiro em geral. Como ele ganha por hora e é supostamente analfabeto ou quase, é de se esperar que ele ache mais interessante avisar que não está entendendo nada no desenho desses arquitetos viados (e isso parece bem razoável, afinal arquiteto é tudo viadinho, cheio de sacanagem). Assim ele vai se sentar num bloco de concreto e aguardar até que alguém apareça para explicar alguma coisa para ele. Porém, na hora que alguém se mete a explicar alguma coisa, para ver se essa p*rra desse pedreiro finalmente começa a trabalhar _ o engenheiro expedito ou o arquiteto viado são chamados e têm que vir até ele, o rei do mundo. Buenas, aí subitamente ele se liga e fica tão inteligente, que começa a dar mil palpites e sugestões para melhorar aquele projeto horrível (justamente aquele que ele passou a semana inteira dizendo que era ininteligível). Daí, ele quer mudar as portas e as escadas de lugar para mostrar que ele faria um projeto muito melhor do que o arquiteto viadinho, que não sabe nem desenhar. Ora! (referência bibliográfica de comentário: tio gegeca | Email | Homepage | 17-06-2004 08:10:17; Comentários do post 28067284 In http://architecture.blogger.com.br/)

E mais ou menos por aí chegamos nos comentários daquela história em que começa a história deste post aqui:

4) Uma vez mandei fazer um muro bacana para um prédio, sem o emprego daquela linha longitudinal e sem a utilização do prumo de pedreiro. Era só a base do muro (em cima tinha uma grade), cerca de 1m de alvenaria, onde os tijolos laminados ficavam no sentido transversal do muro, ligeiramente desalinhados entre si, porque eram colocados sem linha e sem prumo. Eu queria fazer sem projeto, inspirado em como os tijolos, descarregados do caminhão, são empilhados na calçada. As pembas dos pedreiros insistiam em fazer tudo retinho e com os tijolos alinhadinhos no sentido do muro. Eu pegava uns tijolos e fazia um "protótipo", mas eles achavam que estava torto e "acertavam" tudo. Tive que fazer uns croquis realistas (difíceis) para ver se eles entendiam. Nada deu certo, os caras insistiam em fazer a p*rra do muro todo certinho. Enfim, desisti. Essa é uma das maiores frustrações da minha vida de projetista. Não conseguir fazer certinho um negócio que era para ser todo errado! Vou até mostrar num post num dos meus blogs. (referência bibliográfica de comentário: tio gegeca | Email | Homepage | 17-06-2004 09:42:53; Comentários do post 28067284 In http://architecture.blogger.com.br/)

5) Isto é: Vou mostrar como o muro torto ficou quase reto. Tenho que arranjar um lugar para colocar as poucas fotos que tenho disso. (referência bibliográfica de comentário: tio gegeca | Email | Homepage | 17-06-2004 09:45:24; Comentários do post 28067284 In http://architecture.blogger.com.br/)

Então, lá vai a melhor foto que eu tenho desse muro, executado em, sei lá, mais ou menos, 1984, por aí, só lembro que eu tinha pouco tempo de formado (uns dois a quatro anos no máximo) Fica na Rua Junquilhos 1205, bairro Nova Suíça, Belo Horizonte-MG _ um predinho de 3 andares sem elevador, com 6 aptos, 2 por andar; numa coluna os aptos tinham 2 quartos, na outra tinham 3 quartos, os do último andar tinham uma cobertura com terraços; o projeto é meu com o Arq Marcelo Mizrahy, então estagiário, estudante do Izabela Hendrix.

http://www.photodump.com/direct/tiogegeca/muro-ed-maria-antonia1.jpg
link para ver a foto melhor no site do photodump: muro-ed-maria-antonia1.jpg
Era para o muro ficar todo mais "desalinhado" (ver comentário 4 acima), e na verdade, os tijolos do muro estão um pouco mais "desalinhados" do que a foto mostra, mas enfim...

Outras das poucas fotos que eu ainda tenho desse predinho:

http://www.photodump.com/direct/tiogegeca/portaria-vista-interna-ed-maria-antonia1.jpg
link para ver a foto melhor no site do photodump: portaria-vista-interna-ed-maria-antonia1.jpg
Isto (acima) é a portaria vista de dentro. É o volume que aparece no alto à direita na foto do muro (anterior acima).

http://www.photodump.com/direct/tiogegeca/fachada-sobreomuro-ed-maria-antonia1.jpg
link para ver a foto melhor no site do photodump: fachada-sobreomuro-ed-maria-antonia1.jpg
Isto (acima) é a fachada frontal do prédio, acima e por trás do muro. Dá para ver melhor o portão, que quase não aparece no canto esquerdo da foto do muro (mais acima).

http://www.photodump.com/direct/tiogegeca/fachada-ed-maria-antonia1.jpg
link para ver a foto melhor no site do photodump: fachada-ed-maria-antonia1.jpg
Aí, na foto acima, já é uma parte da fachada frontal; num detalhe da mesma parte da fachada que se vê na foto anterior.

http://www.photodump.com/direct/tiogegeca/bancos-jardineiras-ed-maria-antonia1.jpg
link para ver a foto melhor no site do photodump: bancos-jardineiras-ed-maria-antonia1.jpg
Aí se vê uma parte da área interna a céu aberto, no recuo lateral do prédio, onde ficavam umas jardineiras e banquinhos, em frente ao saguão coberto entre a portaria de pedestres (á beira da calçada) e um hallzinho da portaria interna, que dá acesso à escada do prédio.

Algumas poucas outras fotos do predinho não conseguiram carregar ou abrir no PhotoDump, e acho melhor deixar p'ra lá. Como eu fiz com o muro. Agora é só esperar os comentários metendo o pau no coitado do projeto.

fontes e maiores informações:
http://architecture.blogger.com.br/
tiogegeca@ig.com.br
http://www.photodump.com/

 

reciclagem

Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia em Resíduos e Desenvolvimento Sustentável
&
NISAM 2004 - Ciclo de Conferências sobre Política e Gestão Ambiental

http://www.ictr.org.br/imagens/LogoICTR2004XXX.jpg http://www.ictr.org.br/imagens/NisamXXX.jpg

http://www.ictr.org.br/ICTR2004.html

Promovido pelo ICTR - Instituto de Ciência e Tecnologia em Resíduos e Desenvolvimento Sustentável

http://www.ictr.org.br/

segunda-feira, junho 14, 2004

 

mais água como material de construção

Mais um hotel temporário feito de gelo. Este em Quebec no Canadá. Se você procurar nos links antigos, talvez em um dos outros blogs interlinkados, vai encontrar outros hotéis de gelo.
http://www.icehotel-canada.com/photos/images/thumb_011cxd.jpg http://www.icehotel-canada.com/img/transition_nuit.gif

fonte, mais imagens e maiores informações (reservas também):
http://www.icehotel-canada.com/en/index.en.php


Aliás, na revista eletrônica a-matter (http://www.a-matter.com) saiu uma matéria sobre um concurso finlandês de projetos com gelo. São oito páginas em links abaixo da página de introdução. Tem Tadao Ando, Zaha Hadid, Diller + Scofidio, Arata Isozaki entre outros.

http://www.a-matter.com/eng/related/rel063/snow-show-architecture-re063-01-t.asp

http://www.a-matter.com/eng/related/images/rel63/3-1.jpg

Archives

11/01/2003 - 12/01/2003   12/01/2003 - 01/01/2004   01/01/2004 - 02/01/2004   02/01/2004 - 03/01/2004   03/01/2004 - 04/01/2004   04/01/2004 - 05/01/2004   05/01/2004 - 06/01/2004   06/01/2004 - 07/01/2004   07/01/2004 - 08/01/2004   08/01/2004 - 09/01/2004   09/01/2004 - 10/01/2004   10/01/2004 - 11/01/2004   11/01/2004 - 12/01/2004   12/01/2004 - 01/01/2005   01/01/2005 - 02/01/2005   02/01/2005 - 03/01/2005   03/01/2005 - 04/01/2005   04/01/2005 - 05/01/2005   05/01/2005 - 06/01/2005   06/01/2005 - 07/01/2005   09/01/2005 - 10/01/2005  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?